domingo, 25 de outubro de 2015

Atendimento à Pacientes Oncológicos

A incidência dos mais diversos tipos de câncer tem aumentando assustadoramente nos últimos anos no Brasil e no mundo. Isso certamente se deve a piora significativa na qualidade de vida das pessoas, no que diz respeito a estresse, alimentação, fumo, álcool e etc.
Felizmente, porém muitos tipos de câncer outrora incuráveis hoje são tratáveis através de cirurgia, radio e/ou quimioterapia. Ocorre que a radioterpia na região de cabeça e pescoço e a quimioterpia produzem inúmeros efeitos colaterais como inapetência, alopécia (queda de cabelo ), fraqueza e mucosite. A mucosite consiste na presença de inlfamação generalizada nas mucosas da boca ( comparáveis à presença de dezenas de aftas..... ) que muitas vezes impedem os pacientes de se alimentar e até mesmo de ingerir líquidos, o que culmina com a interrupção do tratamento quimioterápico.
Além disso cada lesão na boca é uma porta aberta para a entrada de microorganismos num paciente que possui seu seistema imunológico debilitado. O papel do Estomatologista  ( Cirurgião Dentista especialista em doenças da boca ) é prevenir as infecções e mucosites e quando estas ocorrerem, efetuar seu tratamento de maneira rápida e efetiva. É imperativo que o Estomatologista possa atender o paciente ANTES do início do processo de quimio ou radioterapia a fim de se detectar e tratar focos de infecção ativos ou que potencialmente possam complicar o tratamento do câncer. Para que se entenda bem, vamos dar um exemplo: Paciente portadora de câncer de mama vai ser submetida a sessões de quimio e radioterpia em 1 semana. O Estomatologista vai fazer uma avaliação criteriosa da boca, através de exame clínico e radiografias e vai tratar quaisquer alterações da saúde bucal ( dentes, gengivas, língua e etc ). Além disso será inciada terapia com a aplicação de laser nas mucosas para prevenção da mucosite antes do início dos ciclos de quimioterapia, persistindo o tratamento até 5 dias após seu término.
Caso o paciente esteja internado, iremos até o hospital para atender, desde que haja anuência do Médico que o assiste.

www.odontologiamedica.com.br

Tratamento específico para grávidas.


Um novo guia de diretrizes para os profissionais de saúde, que enfatiza a importância dos cuidados da saúde oral das mulheres grávidas e da segurança do tratamento adequado durante esse período, foi divulgado pela California Dental Association Foundation e publicado no jornal de junho da associação.

As orientações contêm recomendações clínicas adaptadas aos profissionais de saúde e mostram a importância da prestação de serviços de saúde oral nas grávidas. “Apesar dos diversos benefícios do atendimento odontológico para mães e bebês, muitas mulheres se sentem inseguras em realizar esses tratamentos durante a gravidez”, disse Lindsey Robinson, presidente da Associação Dental da Califórnia Foundation durante um painel no Congresso American College of Obstetricians and Gynecologists.